27
Jan 11

Perder

 

Aquele vazio no peito que dilacera

Aquela dor que grita e vocifera

Uma voz zumbindo ao meu ouvido

Dizendo-me que tudo está perdido.

 

O vazio e a dor são agora minhas,

Por não ver esse nada enquanto vinhas.

E causada por essa estúpida ausência

Surge em mim uma perda de paciência!

 

Eu não aprendo porque não quero aceitar

Que é tudo igual e o erro é meu e não há “amar”.

Mas infelizmente não posso nem sei como fazê-lo

Mas sei que me enraivece o medo de perdê-lo.

 

 

 

publicado por ladonortedalua às 13:03

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
28
29

30
31


arquivos
2011

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO